Consumo Seguro

Portugues English
Escolhas inteligentes para uma alimentação saudável.

Dicas

  • DIABETES ….

    Por editor • Postado em 03/02/2016

    Atualmente, o Diabetes é considerado um problema de saúde pública devido ao elevado número de pessoas que apresentam a doença.

    Entretanto, quando bem tratado e controlado, permite uma vida perfeitamente normal.

    O diabetes mellitus, ou simplesmente diabetes, é um distúrbio no metabolismo que causa uma deficiência total ou parcial de produção de insulina, que é um hormônio produzido pelo pâncreas. A insulina tem a função de regular a quantidade de glicose existente no organismo. É através da ação da insulina que a glicose penetra nas células.

    No diabetes tipo 1, as células do pâncreas produzem pouca ou nenhuma insulina e o corpo não consegue absorver a glicose do sangue, elevando o seu nível. Neste caso a solução é injeção de insulina subcutânea, para que ela possa ser absorvida pelo sangue e desempenhar as suas funções.

    No diabetes tipo 2, embora o organismo produza a insulina, as células musculares e adiposas são incapazes de aproveitar esta insulina secretada pelo pâncreas e assim, utilizar de forma adequada a glicose presente no sangue. É a chamada “resistência insulínica”. Neste caso, o tratamento poderá ser feito através de dietas, exercícios físicos e medicamentos orais, quando necessário. Existem casos em que há a necessidade de combinar todos estes com a injeção de insulina de acordo com a orientação médica.

    No diabetes gestacional, o organismo da mulher não produz a quantidade suficiente de insulina para ela e seu bebê, o que desencadeia a doença. Entretanto, seguindo as orientações médicas, o bebê se desenvolve normalmente e após o seu nascimento a mulher volta ao seu estado normal de produção de insulina.

    Em todos os casos, uma alimentação equilibrada e adequada é o ponto fundamental do tratamento.

    Por isso, consulte sempre seu Médico e se possível tenha a ajuda de um Nutricionista.

     

     

  • ALIMENTAÇÃO E DISTÚRBIOS DE COMPORTAMENTO

    Por editor • Postado em 13/11/2012


    Lançamento do livro da Dra. Denise Carreiro, que afirma o seguinte:

    “O crescente aumento das doenças crônicas não transmissíveis e dos distúrbios de comportamento sinaliza que o nosso hábito alimentar precisa ser reorientado para privilegiar a nossa necessidade de nutrientes.”

     

    Nesta edição você irá encontrar temas como:

    - Distúrbios de Comportamento

    - A relação entre alimentos e os distúrbios de comportamento

    - Sistema Nervoso

    - Probióticos

    - Alergia alimentar

    - Aditivos alimentares

    e muitos outros tópicos.

    Para maiores informações acesse www.denisecarreiro.com.br

    BOA LEITURA!!!!!

     

     

     

  • Hipertensão Arterial …. saiba um pouco mais

    Por editor • Postado em 02/07/2012

    Pressão arterial é a força com a qual o coração bombeia o sangue através dos vasos.

    A pressão é determinada pelo volume de sangue que sai do coração e a resistência que ele encontra para circular no corpo. A pressão arterial é considerada normal quando a pressão sistólica (máxima) não ultrapassar a 130 e a diastólica (mínima) for inferior a 85 mmHg (milímetros de mercúrio).

    A HIPERTENSÃO ARTERIAL é, portanto, a pressão arterial acima dos valores considerados normais, ou seja, acima de 140 (máxima) e 90 (mínima) mmHg, em adultos maiores de 18 anos.

    Para a caracterização da doença, é preciso que estes valores sejam frequentes, já que elevações ocasionais podem acontecer devido a preocupações, alimentos, fumo, álcool, exercícios físicos, café, drogas, etc… É importante ressaltar, que quando não tratada e controlada adequadamente, a doença pode levar a complicações que podem atingir outros órgãos e sistemas de nosso organismo.

    Estima-se que 10 a 15% da população brasileira seja hipertensa.

    Fique atento aos alimentos prontos para consumo, verifique sempre na tabela nutricional a quantidade de sódio presente na porção indicada.

    Conforme legislação da ANVISA, recomenda-se a ingestão diária de no máximo 2400 mg de sódio.

    Assim, procure limitar o sal (sódio) em sua alimentação. Dê preferência a frutas frescas, verduras, legumes, cereais integrais (aveia, trigo, centeio, etc…) Procure utilizar temperos como o alho, cebola, alecrim, coentro, ervas aromáticas, limão, etc…

    Pessoas com hipertensão devem ser acompanhadas por médico, para a indicação de medicação, quando necessário, e por nutricionistas que irão auxiliar na reeducação alimentar.

  • Seja bem vindo!

    Por editor • Postado em 14/05/2012

    O Consumo Seguro veio para alertar os consumidores que a saúde começa com a alimentação de qualidade, seriedade e transparência.

    E você ………

    • Sabe distinguir se o alimento que você consome é bom ou ruim?
    • Sabe o que quer dizer todos os ítens dos rótulos?
    • Acredita em todas as informações que estão nos rótulos das embalagens?
    • Acha que todas as informações da mídia (TV, jornal, revistas, internet…) sobre alimentos saudáveis é bom para você?
    • Já sentiu desconforto consumindo algum alimento que deveria ser próprio para o seu problema de saúde?
    • Tem idéia de que vários produtos ditos: orgânicos, diet, sem gordura, no fundo podem ser o grande vilão da sua doença?
    • Sabe o que tem dentro de uma caixa de alimento, é mito ou verdade?

    Alimentação Saudável começa com a descoberta de como comer com inteligência e para ajudá-lo lançamos o Consumo Seguro.

    A partir de agora estaremos sempre trazendo informações sobre estas dúvidas e muito mais!!!!